Buscar
  • luizatojer

1º AUTO RETRATO DA QUARENTENA (acho que aprendi a me amar).

Atualizado: Fev 27


MEU EU - Acho que aprendi a me amar.

Estava eu ali sozinha, na cidade de Nova York, provavelmente Março de 2020 em um apartamento de 3 quartos no início da Quarentena.

1º vez em 36 anos de vida naquela época que eu estava morando sozinha. Completamente isolada, foram 17 dias para sair de casa pela 1ª vez.

E logo no começo da pandemia veio na minha cabeça a conversa que tive com meu professor de fotografia há mais de ano atrás quando contei pra ele, a primeira pessoas a saber do meu projeto fotográfico - The Power in You. www.powerinyou.online


Peter: - Luiza se você quer fotografar mulheres eu só te pergunto uma coisa: Você já se se auto retratou ?


E foi assim que veio a idéia de me auto retratar todos os dias, e ter uma foto legal por dia, obviamente um foto todo dia não aconteceu.

Mas aconteceu sim uma seqüência de fotos e elas continuam a acontecer. E eu como escorpiana e artista que sou gosto de ir no extremo das minhas profundidades então decidi retratar meus sentimentos, bons e ruins e as minhas idéias.

Mas essa foto aqui já diz muita coisa sobre mim, foi uma das primeiras vezes que fotografei tanto o meu corpo, foram pouquíssimas vezes que usei um bikini em público. E me permitir a aceitar o meu corpo e a minha história foi um processo longo, de mais de 10 anos de trabalho com muitas terapias, conversas, trocas e escuta muita escuta de muitas mulheres.

Acima de tudo foi aprender a olhar pra mim como um todo e a me valorizar não só pelo corpo físico que me carrega mas por tudo que eu sou, minhas experiências , minha história, minha alma. E esse processo ele não é bonito nem um pouco romântico mas necessário.

Mas ali naquele espelho eu vejo muito mais que tudo isso que falei ai em cima, eu vejo hoje uma mulher que aprendeu a se aceitar e a aceitação é um dos maiores atos de amor próprio, pois assim você aprende a se olhar com gentileza e muito amor. E a entender que você não é perfeita mas sim um corpo, uma alma, um espírito que carrega uma história de vida. Mas ainda vou falar mais sobre esse templo que é o nosso corpo, olhar e cuidado


Vou tentar toda semana colocar as fotos que fiz e ainda estou fazendo nesse período de isolamento e falando sobre tudo que penso, já que as pessoas gostam e se inspiram pelo que falo e como sou.

E você já se amou hoje?

6 visualizações0 comentário